domingo, 29 de maio de 2011

DSL e ADSL - Tire suas dúvidas

Neste post, estaremos reproduzindo as informações sobre o mesmo assunto do site da APRITEL (Associação dos Operadores de Telecomunicações), com a finalidade de esclarecer aos usuários de STREAMING as diferenças entre as duas tecnologias e as vantagens e desvantagens para o upload das programações de emissoras de rádio e TV pela rede mundial de computadores. Em outra oportunidade estaremos publicando informações técnicas sobre as conecções via rádio. APRITEL: 
http://www.apritel.org/faq/faq.php?id=5
O que é a DSL?

A DSL (Digital Subscriber Line) é uma tecnologia que aumenta drasticamente a capacidade das 
linhas telefónicas destinadas a particulares ou empresas. A velocidade da DSL é 
extremamente dependente da distância entre o cliente e a central do operador.
Esta tecnologia está direccionada para o acesso à internet através das suas versões 

assimétricas downstream superior ao upstream, ie, velocidade de recebimento superior à 
velocidade de envio) e para ligações menos exigentes através das versões simétricas 
(mesma velocidade a receber e a enviar).


O que é a ADSL?

A ADSL é uma tecnologia DSL em que a capacidade de recebimento (downstream) é 
superior à capacidade de envio (upstream) de informação, o mesmo é dizer que é uma 
tecnologia assimétrica. A ADSL permite velocidades de 6 a 8 Mbit/s downstream 
e 640 Kbit/s upstream. A ADSL e as suas variantes como usam frequências superiores às da voz,
permitem a passagem de voz e dados na mesma linha. No entanto, para que tal seja possível 
é necessário colocar um splitter nas instalações do cliente, que irá separar a voz da ADSL.

Uma versão conhecida como G. Litle ou Universal ADSL 

(também ADSL Lite ou Spliterless ADSL) elimina a necessidade do splitter, mas exige um filtro, 
que isole a ADSL da voz, evitando os ruídos e problemas de interferências. Adicionalmente
esta tecnologia tem uma capacidade inferior: 1,5 Mbit/s downstream e 384 Kbit/s upstream.

Nenhum comentário:

Postar um comentário